Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

Seu batom pode ter chumbo

Metais pesados usados para fixar corantes em batons e outros cosméticos muitas vezes não constam nos rótulos dos produtos

Bru-nO / Pixabay / CC0 Creative Commons

Chumbo, cádmio, manganês, cromo, alumínio e outros quatro metais foram encontrados em batons

Chumbo, cádmio, manganês, cromo, alumínio e outros quatro metais foram encontrados em batons e brilhos labiais comprados em farmácias e lojas de departamentos dos Estados Unidos. A alta concentração desses metais pode resultar em riscos para o organismo.

A descoberta foi feita por Katherine Hammond, pesquisadora da Universidade de Califórnia-Berkeley, nos Estados Unidos, em estudo publicado em maio de 2013 pela revista estadunidense Environmental Health Perspectives, publicação da instituição federal norte-americana que congrega os órgãos voltados às ciências da saúde.

Hammond optou por não divulgar as marcas dos batons estudados porque, segundo ela, não há diferença significativa entre as mercadorias testadas e outras disponíveis no mercado. Além disso, ela não gostaria de passar a imagem de que as marcas não selecionadas são mais seguras.

Riscos

Os metais presentes nos produtos labiais estão normalmente associados às suas cores. Eles servem para intensificar os pigmentos e produzem cores fortes. Trinta e duas amostras de maquiagem labial passaram por análises:

  • 30% delas apresentaram um índice de cádmio maior do que o recomendado. Isso preocupou os pesquisadores, pois já em pequena dosagem o metal pode causar problemas nos rins e, até, insuficiência renal;
  • em 24 marcas foi constatada a presença de chumbo, mas não em dosagens excessivas;
  • o cromo e o manganês também apareceram com constância nos batons analisados: o primeiro pode aumentar a probabilidade de câncer no estômago e o segundo pode intoxicar o sistema nervoso.

O estudo levou em conta a média de duas aplicações: por dia e por pessoa. Se reaplicados mais de uma vez, os batons já podem ultrapassar os níveis de metais que nosso corpo precisa, pois há ainda a ingestão de metais através de alimentos. Quanto maior a exposição aos metais, maior o risco de contaminação.

Sem adeus aos batons

A autora da pesquisa acredita que não há motivo para jogar todos os batons no lixo. Outros estudos ainda pretendem analisar mais a fundo as consequências do uso contínuo dos produtos.

As consumidoras devem ficar mais atentas porque, na maioria das vezes, a composição não está no rótulo das mercadorias e não há nos Estados Unidos nenhuma regulamentação que exija que ela esteja. Na União Europeia não é aceita a utilização de cádmio, cromo e chumbo em produtos de beleza.

O objetivo de Hammond é alertar sobre a possibilidade de maquiagens serem tóxicas e as pessoas não saberem disso. Pesquisas anteriores já apontavam o uso de metais na composição de maquiagens. No entanto, a preocupação deve ser maior quando se trata de batons, uma vez que o produto é ingerido e absorvido durante sua permanência nos lábios. Estima-se que 24 miligramas fiquem em nosso organismo a cada aplicação.

Foto: gemphoto / Shutterstock: Close-up of womans lips with red glossy lipstick