Histórico

Uma biografia hedonista: Até os seus 15 anos de vida, Agostinho mostrou uma biografia afetiva conturbada. Por volta de 370, abandona os amores mundanos pelo conhecimento literário e filosófico, demarcando o momento da entrega à fé e à filosofia.

A revelação cristã: É no contexto da Itália e de seus arredores no século 4 que Agostinho encontra a transformação radical da interioridade: converte-se definitivamente ao catolicismo e passa a tratar dos temas da fé como obstinação pessoal. Torna-se, assim, um expoente do pensamento romano.

Legado — tempo e linguagem: Após a consolidação de sua filosofia como confissão biográfica e exercício intimista, deixa ecos para as pesquisas vindouras sobre a linguagem (como nos séculos 19 e 20) e também sobre o tempo, problemática que perdura até os dias atuais.

Para pensar

A fundamentação da trindade na obra de Santo Agostinho traz o problema de se pensar a sexualidade na doutrina do pecado original. Como o autor se furta desse problema?

Trata-se de um problema controverso saber como ocorre a inclinação para o mal, transmitido de geração em geração, a partir da concupiscência herege em Adão, a qual afeta todos os seres humanos nasci...

VEJA MAIS

Possibilidades

Filosofia da Educação

veja mais sobre o tema