Outras visões

Romantismo: Nasce como resposta à ideologia racionalista. O romantismo foi uma clara rejeição às noções de ordem e racionalidade típicas do neoclassicismo e do iluminismo do século 18. Em razão disso, o movimento romântico enfatiza o indivíduo, o subjetivo, o irracional, a imaginação, a espontaneidade, a emoção e o transcendente. Estendeu-se por toda Europa, com maior vitalidade no Reino Unido e na Alemanha e posteriormente na França. Um dos traços principais do romantismo é o aspecto da intuição, da liberdade das formas, em oposição à rigidez das leis do neoclassicismo artístico. Os românticos procuram unir o sentimento individual à ação social, a beleza natural e as questões políticas. Wordsworth (1770-1850) escreveu boletins políticos, William Blake (1757-1827) sofreu um julgamento, acusado de sedição. Na Alemanha, houve o Sturm and Drang [Tempestade e Ímpeto], movimento literário romântico ocorrido no período entre 1760 a 1780, encabeçado por Goethe (1749-1832) e Schiller (1759-1805). Os românticos também demonstravam uma profunda admiração pela natureza e pelo folclore.

Humanismo: Movimento intelectual que ocorreu no século 15, na região norte da Itália, buscando a disseminação do conhecimento verdadeiramente humano e natural, em oposição ao divino e sobrenatural. O humanista prima pela liberdade de pensamento para banir o sentido dogmático de coisas e ideias; o amor da natureza, fonte de pesquisa para o avanço da ciência; o espírito de crítica, análise e interpretação; o estudo das línguas clássicas (grego e latim); e um senso de reação contra o espiritualismo medieval. Os principais representantes foram Francesco Petrarca (1304-1374), John Boccaccio (1313-1375), Erasmus de Rotterdam (1466-1536). O termo vem da palavra italiana “umanisti”, a qual, por sua vez, deriva do latim "studia humanitatis", o que na época era o curso clássico onde os alunos aprendiam gramática, poesia, retórica, história e filosofia moral.

Para pensar

O iluminismo é um movimento puramente científico?

Muitas vezes se confunde ciência com iluminismo. Para compreendermos o sentido das luzes é preciso levar em conta a seguinte pergunta: “por que o homem quer conhecer?”. A ideia de que o homem d...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema