Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

Como viajar de bike

O cicloturismo permite um contato maior com as pessoas, a cultura e a natureza dos lugares

Marta Lasek / Flickr / CC BY 2.0

Planejar bem o roteiro e manter um ritmo tranquilo são ações importantes para pedalar em trechos longos

Mais comumente destinadas ao transporte, treinamento físico, competições e passeios curtos, as bicicletas hoje dão força a uma nova finalidade: o cicloturismo. Viajar em duas rodas é uma ideia antiga, que tem crescido muito no Brasil. Cada vez mais pessoas optam pela magrela como companheira e veículo de viagem não apenas pelo desafio, mas pela magia que elas carregam.

A bicicleta é um veículo muito versátil, fácil de transportar em qualquer lugar, inclusive em carros de passeio, ônibus, barcos, metrôs, trens e até aviões. Ela permite um contato maior com as pessoas, a cultura, a história e a natureza dos lugares. Seja sozinho ou acompanhado, o ciclista pode conhecer mais intensamente, não só o seu destino, mas todo o caminho que o leva até lá.

Andar de bicicleta é uma atividade física saudável, de fácil acesso e ambientalmente correta. Ao pedalar, pode-se sentir e fazer parte o ambiente. Porém, a maioria das pessoas se pergunta como é fazer uma viagem longa de bicicleta pela primeira vez? Por onde começar? O que fazer? Em razão disso, oferecemos aqui oito dicas valiosas para garantir uma viagem prazerosa e tranquila:

1 - Conheça sua companheira: uma bicicleta é igual a roupa e sapato, ou seja, tem o tamanho certo para cada pessoa. Busque ajuda de profissionais especializados antes de comprar ou reformar sua bike. Quando o ciclista vai enfrentar trechos mais longos, é muito importante ajustá-la para obter o máximo de conforto possível.

2 - Comece devagar: toda atividade física precisa de treino e adequação aos limites do corpo. Inicie com pedaladas mais curtas e aumente o ritmo gradualmente. Pedale pelo bairro onde mora, depois conheça um pouco mais de sua cidade. Quando se sentir em condições e mais confiante, vá para zona rural ou cidades vizinhas. Faça pequenas viagens em um final de semana. Logo, você verá que é capaz de chegar mais longe do que poderia imaginar.

3 - Planeje: estabelecer um plano para seus deslocamentos e viagens é muito importante. Ao contrário do que muitos pensam, isso não diminuiu a aventura. Ter uma ideia clara do percurso fornece maior segurança. Converse com outros cicloturistas que já viajaram e pesquise sobre o relevo, o clima e algumas curiosidades dos locais. Junte o máximo de informações e particularidades que puder. A viagem começa justamente na maneira na qual começamos a pensá-la como um todo e não somente no trajeto.

4 - Mostrar que não está louco: alguns familiares e amigos não acostumados com mundo das bicicletas acham que é loucura viajar assim e podem tentar desencorajar a viagem. Mantenha a calma, converse e explique o que a bicicleta significa para você. Deixe claro quais são seus objetivos, experiência, preparação e planejamento. Mostre histórias de outras pessoas que já viajam de bicicleta.

Visão frontal de três ciclistas passando em uma curva de uma estrada

5 - Segurança: use equipamentos de proteção como luvas, óculos e capacete. Roupas leves e claras diminuem a absorção do calor. Aplicar protetor solar é obrigatório mesmo em dias nublados. Por lei a bicicleta deve ter sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, espelho retrovisor do lado esquerdo e campainha. Lembre-se sempre de respeitar o Código de Trânsito Brasileiro, afinal a bicicleta também é um veículo.

6 - Grupos de ciclistas: procure grupos de ciclistas na sua cidade e região. Além de ter companhia para pedalar, você pode também fazer amigos, conhecer mais sobre os locais e o mundo das bicicletas. Viajar com quem tem afinidade pode ser mais divertido e seguro.

7 - Bagagem: o cicloturismo é um exercício de simplicidade e desprendimento. Decidir o que levar é uma decisão pessoal, mas busque sempre levar poucos pertences. Com o tempo você verá que precisa de menos do que imagina para viajar e viver bem cada dia. A regra de ouro entre os cicloturistas é colocar todo peso na bicicleta. Nunca viaje com carga nas costas. Para isso, use o bagageiro, os alforjes e outros equipamentos específicos.

8 - Saúde: o motor da bicicleta é o seu corpo. Como pedalar por dias seguidos vai exigir mais de você, esteja atento e cuide-se bem. Hidrate-se e alimente-se regularmente antes de sentir sede e fome. Faça alongamentos para reduzir o risco de lesões musculares ou articulares e para obter relaxamento físico e mental.

Com o objetivo de divulgar e difundir conteúdo sobre bicicletas e o cicloturismo no Brasil nasceu, em 2001, o Clube de Cicloturismo do Brasil, organização não governamental que tem inspirado pessoas de todo o país a pedalar e viajar com o apoio de profissionais e voluntários

Foto: Fabio FES