Outras visões

Os profissionais da área da saúde têm uma visão negativa da dieta macrobiótica. Sua versão mais pura é composta apenas por arroz e porque a observação de comunidades macrobióticas na década de 1970 revelou deficiências nutricionais graves em bebês e crianças, que foram diretamente atribuídas à prática de dietas macrobióticas não adequadas para essa faixa etária. Contudo, tratando-se de adultos, a alimentação macrobiótica pode ser uma abordagem saudável e segura podendo também ser uma escolha aceitável para crianças se forem feitas as devidas adaptações como a aceitação de produtos lácteos (fontes de cálcio) ou de alimentos fortificados. Poderá ser igualmente necessário fazer adaptações a dietas de grávidas, lactantes, atletas e idosos.

Em relação ao papel da alimentação macrobiótica na prevenção e tratamento de doenças crônicas ainda é necessária a realização de mais estudos. Contudo, esta poderá ser uma abordagem interessante na medida em que é uma alimentação pobre em alimentos de origem animal, ricos em colesterol e gordura, sendo, por outro lado, rica em alimentos de origem vegetal ricos em antioxidantes.

É importante referir que grande parte dos alimentos utilizados na alimentação macrobiótica não é produzida no nosso país. Muitos destes têm que ser importados, contradizendo a teoria de que os alimentos devem ser de produção local.

Explore

O que é alimentação macrobiótica?

O que é alimentação macrobiótica?

Vivencie

Palestras e Entrevistas

Acupuntura e macrobiótica

Acupuntura e macrobiótica
Guia

Arroz de Ouro

Arroz de Ouro

Para pensar

É possível dizer que a dieta macrobiótica é capaz de curar doenças?

Apesar de um indivíduo adulto se beneficiar de uma dieta como a macrobiótica, a qual evita refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos processados, não há nenhuma evidência científica indicando qu...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema