O que é

A utilização de produtos e serviços abre espaço para um amplo debate a respeito das informações necessárias para um consumo responsável.

Nos dias de hoje, obter passivamente algo que se tem necessidade não é mais suficiente. É preciso avaliar qual são as particularidades e impactos ambientais, econômicos, sociais e de saúde que cada produto gera.

O consumo, portanto, é uma escolha que só pode se tornar mais sofisticada quando feita em um ambiente de amplo acesso à informação. Um exemplo disso é o sistema de rotulagem. Sua função é estabelecer um canal direto de comunicação entre o fabricante e o cliente para esclarecer características essenciais dos produtos em termos de saúde, reciclagem, eficiência energética e uso de mão de obra.

Um aspecto que tem chamado atenção no sistema de rotulagem diz respeito aos alimentos transgênicos. Por não haver ainda um consenso científico sobre a segurança ou não do uso desse tipo de produto, a sociedade civil tem pressionado os fabricantes para alertar nas embalagens a presença ou não desses elementos.

Portanto, o consumo consciente só ocorre quando há informações precisas, pois é importante que o cidadão se sinta seguro para fazer suas opções. Esse é um dos aspectos do direito à cidadania. Quando feito de maneira consciente e cercado por muita informação, o consumo ultrapassa nossas necessidades individuais e se torna um mecanismo que pode refletir positivamente na sociedade, na economia e no meio ambiente.

Esse amplo exercício pode ir desde não comprar nada feito, por exemplo, com práticas abomináveis como trabalho escravo até procurar e optar por produtos que tenham o selo fair trade (comércio justo) nas prateleiras dos supermercados.

Vivencie

Palestras e Entrevistas

"Você é o que você sabe sobre o que come", diz a jornalista Francine Lima

Guia

Komeco

Komeco
Guia

EcoComfort Aquecedores

EcoComfort Aquecedores

Possibilidades

veja mais sobre o tema