Arquétipos

No geral, existem três contraposições possíveis: luz e sombra, masculino e feminino, humano e divino

O psiquiatra e psicoterapeuta junguiano Bernardo Gregório fala sobre os estudos que compararam tipos de arquétipos relatados por civilizações, comunidades, tribos e povos que nunca se conheceram. “Existem arquétipos menores e maiores, um que abrange o outro. De maneira geral, você vai ter a ideia de luz e sombra, como um arquétipo super importante; masculino e feminino, que também sempre vai estar presente nessa contraposição em todas as representações arquetípicas; e humano e divino”, declara o psicoterapeuta.

Foto: Steve Snodgrass / Flickr: Foam Heads / CC BY 2.0

Créditos