Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

UNEafro: a educação que transforma

Para o educador Douglas Belchior, uma sociedade sustentável só é possível com igualdade de oportunidades

José Cruz/Agência Brasil

A educação é a resposta mais forte que se pode dar a um Estado historicamente violento

O Brasil é um país marcado por abismos sociais gigantescos. Segundo Douglas Belchior, professor formado em história na PUC de São Paulo, educador nos cursinhos comunitários da UNEafro-Brasil e militante do movimento negro, a saída para esses problemas reside na educação.

A UNEafro, onde ele é professor, mantém cursinhos gratuitos para jovens da periferia de São Paulo. Suas salas de aula são mecanismos de transformação da realidade social de centenas de moradores das periferias das grandes cidades.

Para Belchior, o conceito de sustentabilidade possui um forte viés social. Um país sustentável é aquele onde há justiça e oportunidades para todos os cidadãos. Uma nação socialmente desigual, injusta e violenta não é sustentável.

Para se ter uma ideia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, somente em 2012, 1.890 pessoas morreram nas mãos de policiais no Brasil. Cinco pessoas morrem em ações policiais no Brasil todos os dias. Para um país onde são constantes as denúncias de abusos por parte de policiais, uma iniciativa que ajuda a dar voz aos jovens das grandes periferias é inegavelmente uma maneira de enfrentar esse problema. A educação é a resposta mais forte que se pode dar a um Estado historicamente violento.

Logotipo do cursinho preparatório para o vestibular UNEAfro

De certa forma, entidades como a UNEafro apontam para caminhos de transformação social que são, ao mesmo tempo, uma resposta e uma nova maneira de pensar a nossa organização social. Jovens pobres com mais acesso à educação poderão participar mais efetivamente das decisões que afetam suas vidas. A sala de aula da UNEafro ensina que a mudança deve começar individualmente, em cada um de seus alunos.

São organizações como a UNEafro que criam o ambiente necessário para a existência de movimentos.