Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Últimos Acessos

Saiba mais sobre

Quem disse que junk food e comida vegana não combinam?

De bicicleta, casal faz sucesso vendendo coxinhas, pizzas e bombons veganos pelas praças do Rio de Janeiro

La Bici Vegana

Ingredientes como farinha integral, açúcar demerara e linhaça fazem parte do preparo dos alimentos

O Rio de Janeiro ganhou uma nova parada obrigatória. Com a ideia de difundir o veganismo, o universitário Otávio Virtuoso e a funcionária pública Aline Lima decidiram criar o La Bici Vegana, iniciativa que vende junk food que não utiliza ingredientes de origem animal. O projeto nasceu em setembro de 2014 e, desde então, ganha cada vez mais clientes que saboream as inúmeras opções e fazem do local um ponto de encontro.

Doces e salgados fazem parte do cardápio do casal que, além de cozinhar, vende os alimentos de bicicleta pelas praças do Rio de Janeiro. Segundo eles, o La Bici Vegana não é uma empresa ou um negócio, mas um projeto que tem como objetivo apresentar a culinária vegana a partir de outra perspectiva. Em entrevista exclusiva ao Portal Namu, Otávio comenta sobre junk food e o La Bici Vegana.

Portal NAMU: O que é junk food vegan?
Otávio Virtuoso: O junk food comum tende a ser um alimento de alto teor calórico e baixo valor nutritivo. O junk food vegan, que o La Bici Vegana faz, se difere principalmente por não conter em suas opções carnes, ovos, leites e demais ingredientes de origem animal. Mas também pelo fato de usarmos mais matérias primas integrais e recheios feitos a partir de ingredientes vegetais benéficos como brócolis, leite de coco e tofu.

Como surgiu a ideia de fazer o La Bici Vegana?
Eu sou vegano há 11 anos. Antes de iniciar o projeto, a nossa experiência era cozinhando para amigos, que sempre nos encorajaram a iniciar um negócio com culinária vegana. Uma questão que sempre me pareceu cristalizada no imaginário da maioria das pessoas é que a alimentação vegana/vegetariana é exclusivamente sem sabor, baseada apenas em saladas e ingredientes caros. A ideia de produzir junk food vegan era para provar que todos esses conceitos não são reais.

La Bici Vegana

Quais alimentos são vendidos no La Bici Vegana?
Basicamente, são vendidas opções saborosas e facilmente encontradas nas lanchonetes convencionais. Dessa maneira, provamos que coxinhas, rissoles, pasteis, pizzas, tortinhas e bombons veganos podem ser tão bons quanto os não veganos. A grande diferença é que eles são feitos sem a utilização de produtos de origem animal. No entanto, usamos ingredientes como farinha integral e açúcar demerara, mesmo nas opções fritas em imersão. Além disso, recebemos encomendas de salgadinhos para festa. Temos a preocupação de vender os produtos a preços compatíveis com o do mercado convencional, com salgados como os de padaria por R$ 3 e R$ 4. Com isso, também visamos popularizar o conhecimento desses alimentos e alcançar pessoas não vegetarianas.

Vocês seguem algum roteiro com a bicicleta ou possuem um ponto fixo de venda? Em média, quantas pessoas atendem por dia?
Paramos a bicicleta em três praças nas zonas norte e sul do Rio, sendo a praça Saens Pena, na zona norte; Largo do Machado e Nelson Mandela, na zona sul. Cada sábado, escolhemos uma praça diferente, pois só vendemos nesse dia. Importante frisar que esses pontos ficam estrategicamente localizados na saída das respectivas estações de metrô, o que facilita a chegada das pessoas que vão nos encontrar. Recebemos cerca de 30 a 40 pessoas em cada parada. Mesmo depois que acabam nossos quitutes, algumas pessoas continuam conversando até o fim da noite, o que é muito bacana, pois a La Bici Vegana acaba reunindo essas pessoas e construindo um espaço de encontro.

Além da questão animal, existe alguma diferença em trabalhar com junk food vegana e não vegana? Por exemplo, a questão da fritura e do uso de ingredientes que não são muito saudáveis para o organismo humano?
Acredito que não há muita diferença. Nossa escolha particular por usar farinha integral, açúcar demerara e linhaça estão ligadas ao gosto especial que eu e minha companheira temos por esses ingredientes. Acreditamos que, além de incorporarem maior sabor aos alimentos, agregam valor nutritivo ao produto final. Atualmente, o La Bici Vegana não possui site. Interessados podem entrar em contato com Otávio e Aline pela página do Facebook.