Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

Guia para emagrecer com saúde

Autora do livro Kilorias, Paola Machado, dá dicas sobre como perder peso e mudar os hábitos alimentares

Ludo Rouchy / Flickr: Running in the square / CC BY 2.0

Com o objetivo de motivar as pessoas que buscam ter uma vida saudável, Paola Machado lançou um livro chamado Kilorias. A especialista em fisiologia do exercício reproduz suas experiências pessoais aliadas ao conhecimento acadêmico como forma de mostrar que a mudança de hábitos é possível. Em entrevista exclusiva ao Portal NAMU, ela conta que era introvertida e não gostava das aulas de educação física. “Como era parte do currículo escolar, os professores me obrigavam a fazer trabalhos sobre a teoria dos esportes e com essas pesquisas comecei a me apaixonar pelas atividades físicas e seus benefícios”, conta Machado.

Portal NAMU: É possível adotar uma alimentação saudável sem abrir mão de alguns prazeres gastronômicos?
Paola Machado: Com certeza é possível! Na verdade, a alimentação saudável não deve ser uma tortura. Trata-se de um estilo de vida em que tudo pode, com alguns limites (assim como tudo na vida), de maneira dosada, orientada, focando na distribuição justa de porções.

Como a alimentação saudável pode ser conciliada com a correria do trabalho?
O importante é ficar atento e se alimentar de 3 em 3 horas. Minha dica principal é sempre ter na bolsa alimentos “coringas” para não cair em tentações. Além de hidratar-se bem, biscoitos integrais, frutas, barrinhas de cereal, algumas oleaginosas (como amêndoas, castanhas) são ótimas opções para evitar consumir alimentos inadequados. Se a pessoa não tem tempo de fazer uma marmita saudável, evite frituras e refrigerantes. Criar hábito e rotina, esse é o segredo.

Somente uma alimentação correta é suficiente para manter o corpo em forma? Ou os exercícios são inevitáveis?
A alimentação equivale de 60 a 70% deste processo. De 15 a 20% é papel do exercício e, o restante, são fatores genéticos. Não adianta nada comer muitas guloseimas e ir treinar ou ingerir alimentos saudáveis e não colocar o corpo em movimento. Há estudos que apontam que atividades sedentárias estimulam a expressão de um gene “gordo” responsável pela obesidade. Por isso, é fundamental uma boa alimentação e a prática de exercícios.

A especialista em fisiologia Paola Machado faz exercícios de alongamento

Em que momento a alimentação saudável e a prática de esportes se tornaram objetos de dedicação exclusiva? Como a internet contribuiu para isso?
Sempre me dediquei ao esporte e cresci tendo uma educação alimentar adequada. Em 2011, fui convidada pelo Portal Vírgula para ter um blog, que nesse caso já era o Kilorias. Escrevia, estudava e colocava meus ideais em prática. Na mesma época fiz um perfil no instagram para o Kilorias. Esse projeto foi o primeiro do Brasil a gerar conteúdos de saúde, bem-estar, nutrição e fitness através de fotos e isso tornou-se o meu trabalho. Hoje, tenho mais redes sociais, como a @machado_paola e a @kilorias, mais focada em conteúdo.

Quais são suas dicas para quem pretende tornar os hábitos alimentares mais saudáveis?
A mudança deve acontecer de maneira natural, sem obrigação e sem forçar a barra. As pessoas querem ser muito radicais, modificando bruscamente os hábitos e acabam desistindo da missão. Cada nutriente tem seu espaço, tem seu sentido, basta saber ingerir com moderação. Não é difícil. Pequenas mudanças farão grandes diferenças.

Há muitas adolescentes que acabam vítimas de problemas como a anorexia e a bulimia, muitas delas adotam dietas que são ruins para a saúde. Como é possível combater esse problema?
anorexia, bulimia, obesidade, vigorexia, enfim, qualquer transtorno alimentar que cause a distorção corporal precisa ser tratado e os pais e familiares devem sempre estar alertas ao problema. Pode acontecer com qualquer um, principalmente, em momentos de fraqueza, insegurança e desequilíbrio emocional. É possível combater esse tipo de problema. O mais importante é obter um diagnóstico precoce. Há também a necessidade de um acompanhamento multidisciplinar, feito por uma equipe médica, de psicólogos, nutricionistas e educadores físicos.


Veja também:
Cirurgia plástica não é corte de cabelo
Conheça os riscos do hidrogel
Aprenda a valorizar sua beleza natural