Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

Feng Shui na bagunça

Tradição chinesa para harmonizar ambientes recomenda desfazer-se de coisas que não têm mais uso

Christian Scheja / Flickr: Flower / CC BY 2.0

O feng shui baseia-se em conceitos do taoísmo como o fluxo de energias complementares de yin e yang

Muitas vezes, ao entrar em um lugar pela primeira vez, podemos sentir uma boa impressão ou uma sensação ruim. O feng shui acredita que essas percepções podem estar relacionadas ao fluxo energético do ambiente.  Essa tradição chinesa procura, por meio de algumas técnicas, harmonizar os espaços.

Para o feng shui, o ambiente é como se fosse um organismo vivo. Rachaduras nas paredes, móveis e objetos em mau estado ou sem uso são considerados como sinais de “doença” e devem ser removidos. A prática incorpora conceitos básicos do taoísmo como yin/yang, cinco elementos (água, terra, madeira, metal e fogo) e chi (energia vital).1

Propõe que a iluminação, as cores, a disposição dos móveis e a decoração interferem no equilíbrio do lugar. Para manter o fluxo de chi em equilíbrio, o feng shui aconselha manter os espaços organizados, com ventilação e iluminação natural.

Fotos: Abby Gillardi / Flickr / CC BY 2.0; Finn Mac Ginty / Flickr / CC BY 2.0; jinkazamah / Flickr / CC BY 2.0 


Veja também:
Decore sua cozinha com o feng shui
Feng shui para decorar o banheiro
Decore sua casa com feng shui

Referências

  1. GILBERTO, Antonio Silva. A Filosofia do Taoísmo. Disponível em: http://taoismo.org/modules/smartsection/item.php?itemid=22