O que é

Considera que as atividades filosóficas e científicas devem ser efetuadas através da análise dos fatos reais verificados pela experiência. Para esse movimento, todo conhecimento do mundo material ou dos fatos deve ser necessariamente baseado em dados positivos adquiridos de maneira empírica.

Além do mundo real há apenas a lógica e a matemática. O positivista exclui do campo do conhecimento qualquer especulação metafísica. A consciência está autorizada a formular suas leias somente no registro da verdade empírica e positiva, através dos fenômenos, e jamais para além dele.

Como corrente filosófica que se estende desde o final do século 18, o positivismo está marcado pela influência que exerceu na Revolução Industrial, período de ascensão e cultivo da técnica e desinteresse pelo sentido metafísico e religioso do conhecimento. O positivismo conflita diretamente com a perspectiva da ideia de representação do idealismo alemão. Atua no sentido afirmativo das leis científicas e das leis jurídicas. É, portanto, totalmente secular e, ao mesmo tempo, antiteológico e antimetafísico.

A presença da racionalidade na cultura é o traço marcante do positivismo. Significa o modo de vida regrado e designado pela técnica, resultado da otimização do conhecimento, do progresso material e social, regulando o desejo e a consciência do indivíduo.

Para pensar

O que é liberdade para o positivismo?

A resposta a esta pergunta é indefinida, mas apresenta um elemento filosófico importante e clássico, servindo como critério: não há liberdade se os fins determinam os meios, como não há liberdade de...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema