Outras visões

Sofistas – Parte da oposição filosófica de Platão está na figura dos sofistas. São tidos como relativistas, os “professores da eloquência”, sem método e rigor filosóficos. Impedem a aquisição e a compreensão de verdades estáveis para a condução da vida pública e da saúde da Cidade.

Socratismo – A figura de Sócrates foi resgatada a partir da obra de Platão, sendo a sua obra a grande fonte de informações a seu respeito. De Sócrates Platão herdou a dialogia – a disputa em diálogos –, o método dialético para a busca da verdade.

Os pitagóricos – Fala-se muito também da influência dos pitagóricos no pensamento de Platão, como a divisão entre espírito e matéria e os estudos matemáticos, com problemas e teoremas da escola encabeçada por Pitágoras.

Aristotelismo – Em oposição ao idealismo platônico, em que os objetos materiais são apenas cópias das ideias, o aristotelismo é bastante empirista, considerando que nosso conhecimento vem antes dos sentidos, da experiência. A filosofia aristotélica é o grande contraste da filosofia platônica.

Para pensar

Na obra de Platão, fala-se da preexistência da alma. Quais as condições para pensá-la como racional ou como mito?

A imortalidade da alma é uma das teses mais características e influentes do platonismo. Está atrelada à noção de realidade, em que a natureza humana está dividida entre alma, como sede da identidade...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema