O que é

A filosofia de Nietzsche busca uma nova concepção sobre o homem, na qual ele possa ser compreendido por si mesmo e através de suas próprias referências.

Uma nova concepção do homem significa uma crítica à visão tradicional sobre o que é o humano. Para Nietzsche, o homem sempre esteve sombreado pela ideia de Deus, disseminada pelo cristianismo. O novo homem deve superar isso.

A mudança radical proposta por Nietzsche é o elogio do impulso vivificador da vontade e à força criadora de novos valores para o homem, a qual seria capaz de pensar a originalidade do indivíduo. Sua filosofia se baseia no exercício pleno da liberdade e do livre pensar.

Seu pensamento foi um dos primeiros a prever o que poderia resultar do projeto sociopolítico de uma sociedade de massas. Segundo Nietzsche, esse fenômeno, que formatou a sociedade ocidental atual, apontava para um nivelamento por baixo.

A resposta do pensamento nietzschiano a esse padrão ocidental era tornar a vida uma espécie de obra de arte. Viver, portanto, se torna um incessante ato de criação. Sua filosofia julgava a vida e a arte duas coisas totalmente entrelaçadas. Portanto, para ele, dar estilo ao caráter era uma “arte grande e rara”. Essa era sua resposta à padronização por baixo da cultura de massas.

Possibilidades

veja mais sobre o tema