O que é

O pensamento marxista sustenta a ideia do comunismo como o ápice da liberdade humana, capaz de lidar com as contradições reais da sociedade.

A teoria do valor como mais-valia e o capital que resulta da propriedade privada levam a uma contradição entre as forças produtivas da sociedade e os modos de produção. No comunismo, há a abolição da propriedade privada e o fim da divisão social de classes entre burgueses e proletários.   

A dialética do trabalho atribui um caráter materialista à concepção de história. Através dela é possível pensar a realidade em suas implicações empíricas e econômicas.

A emancipação humana histórica, para Marx, ocorrerá quando a classe dominada (os proletários) tiver consciência de sua condição de oprimida. Nesse momento, haverá uma inversão dialética, no instante que a propriedade burguesa e o capital forem superados [Aufhebung] em uma nova forma de vida econômica.

Para pensar

Marx pensa o comunismo como a liberdade plena. Mas como seria possível unir de forma igualmente plena os interesses individuais e coletivos no comunismo?

O grande problema teórico é a concepção sobre o que seria a natureza humana. Se para o marxismo não há uma essência transcendente e a-histórica sobre a liberdade humana, o que permite contrapor a ca...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema