Ramificações

A filosofia kantiana está presente em muitos autores, mas pode ser dividida em duas matrizes diretas:

O kantismo do Idealismo Alemão: A influência direta de Kant se dá no desdobramento de sua filosofia, ao culminar no idealismo alemão. É compreendido por uma gama de autores alemães, sobretudo entre a segunda metade do século 19 e a primeira metade do século 20. Figuram nomes importantes como: Moses Mendelssohn (1729-1786), Gotthold Ephraim Lessing (1729-1781), Friedrich Heinrich Jacobi (1743-1819), Johann Gottfried Von Herder (1744-1803), Karl Leonhard Reinhold (1757-1823), Gottlob Ernst Schulze (1761-1833), Johann Gottfried von Herder (1744-1803), Johann Gottlieb Fichte (1762-1814), Friedrich Wilhelm Joseph von Schelling (1775-1854), Georg Wilhelm Hegel (1743-1819) e Arthur Schopenhauer (1788-1860).

O neokantismo: Corrente que ocupa a cena da filosofia universitária a partir dos anos 1870, voltados para os temas da racionalização da religião e o problema da epistemologia. Os principais representantes foram Hermann Cohen (1842-1918), Paul Gerhard Natorp (1854-1924) e Ernst Cassirer (1874-1945).

Para pensar

A distinção precisa entre filosofia e teologia é um conceito chave no pensamento kantiano. É possível encontrar elementos supostamente teológicos que atuariam como fundamento de seu criticismo?

Um problema apontado na filosofia kantiana é o fundamento da reflexão humana. Uma ressalva importante que se faz é a de que Kant não teria se esquivado totalmente da crítica humana, como pretendera....

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema