O que é

O existencialismo faz parte de uma tradição filosófica que coloca em reflexão a existência individual, a liberdade e as escolhas pessoais. Ele investiga o ser, o existir das coisas e dos fenômenos do mundo. É nessa procura que o indivíduo é capaz de encontrar um sentido possível ao mundo.

O eixo central dessa nova visão da filosofia é uma inversão da relação entre ser e pensar. No pensamento clássico, era comum dizer que o homem existe porque ele é um ser que pensa. Para os existencialistas ocorre o contrário: a consciência humana pensa porque primeiro ela existe. É através desse factum inicial que o homem pode compreender a si mesmo e viver o mundo.

As filosofias da existência recusam a ideia de uma “ciência do ser”. Ela é desconfortável, porque não se trata de constituir uma disciplina que fixa um saber sobre a existência.

O tema da decisão está aparentado ao tema da crise. Crisis e decisão compõem o par inseparável do gesto existencial.

Para pensar

É possível ser original hoje?

É interessante observar o jogo de forças entre a sociedade em um processo sistemático de organização e o indivíduo. A configuração dessa estrutura induz a um controle ou uniformização de gostos...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema