O que é

•    O estruturalismo é uma nova compreensão da relação entre sujeito e objeto a partir de estruturas prévias, como um dado inserido num campo que os tornam possíveis.

•    A necessidade de compreender a estrutura que torna possível a experiência exige uma metodologia que seja capaz de investigar os vários campos do conhecimento, como a linguística, a psicanálise, a antropologia e a filosofia.

•    A chave estruturalista permitiu um novo tipo de análise, procurando aliar as críticas subjetivas, no domínio do simbólico e da linguagem, às críticas objetivas, no caso as estruturas presentes no mundo.

•    É um movimento marcadamente europeu (e majoritariamente francês). Surge dos trabalhos do suíço Ferdinand de Suassure (1857-1913), fundador da ciência linguística moderna, e se espalha para áreas como antropologia, com Claude Lévi-Strauss; filosofia, com Louis Althusser e Michel Foucault; e psicanálise, com Jacques Lacan.

•    O estruturalismo acabou abraçando diversas correntes de pensamento. Todas elas, no entanto, estão fundamentadas na ideia de que os fenômenos e fatos culturais podem ser analisados como estruturas.

Possibilidades

veja mais sobre o tema